O jeito certo de fazer JEJUM para emagrecer e queimar gordura

Posted by

O jejum vai levar o seu corpo a queimar as
calorias que estão armazenados em forma de gordurinha localizada. Se está difícil emagrecer
e você já fez de tudo, o jejum intermitente é uma excelente alternativa para você acelerar o seu emagrecimento.
Porque eu sei que emagrecer não é fácil. Sabe quando você começa a perder peso e de
repente… Pára! A balança não mexe mais os ponteiros? É super comum, essa história não acontece só
contigo. Até traumatiza e desmoraliza, aí claro, né… Você chuta o pau da barraca! Tanto sacrifício,
esforço, fome às vezes e você continua tentando emagrecer sem conseguir chegar no peso ideal. É
aí que eu recomendo jejum intermitente! E mesmo que você já tenha feito jejum intermitente ou
não tem a menor ideia do que se trata e o que acontece no seu corpo… Eu vou te contar exatamente
qual é o tipo de jejum intermitente que vai te ajudar a queimar gordura e emagrecer de verdade. E
é claro que emagrecer é importante mas fazer jejum intermitente vai te ajudar também
a ser uma pessoa mais saudável. E eu agora vou te ensinar a fazer o jejum intermitente do tipo certo e do jeito certo. E os benefícios são: um colesterol mais controlado,
um diabetes muito longe de você, uma mente mais saudável… O intestino mais forte, um sistema imune mais
legal e claro, você é muito mais magrinho. Porque gordura a mais meu amigo, é sinônimo de doença. Mas para o jejum intermitente realmente funcionar tem duas coisas
que você precisa saber: quantas horas ficar sem comer e o que comer quando o jejum acaba.
Aí não tem jeito, você vai emagrecer! O melhor jejum para você emagrecer é aquele que te deixa
confortável né? E que te ajuda a controlar o que você come quando o seu jejum acaba, para você
não sair comendo tudo o que estiver na frente. Na minha opinião o jejum intermitente vai entre as 16 e as 24
horas, é o melhor tipo de jejum para você emagrecer. Porque é a partir das 16 horas que o teu corpo começa
a entrar na fase de queimar gordura como fonte de energia para você o quê? Diminuir a cinturinha,
queimar gordurinha do sangue, por isso diminui o colesterol e mobilizar gorduras de todo o lado
porque você quer que ela saia né? Da coxa, do bumbum de onde ela estiver a mais né? A gente quer tirar
gordura que está a mais! E além de tudo é seguro e eu estou aqui desse lado com você para te dizer tudo o que você
precisa saber para esse jejum intermitente te ajudar a emagrecer. Mas antes de começar o jejum, vamos combinar uma coisa, hm? Você vai se pesar antes e uma vez por semana, sabe?
Antes de fazer o seu primeiro jejum e uma vez por semana, nada de ficar se pesando todo o dia, deixa uma pessoa doida.
E vai anotar o seu peso semana a semana, não mais do que isso. Combinado? Então imagina que você vai fazer jejum na
sexta-feira. Durante a semana você vai retirar os lanchinhos e ficar só com as refeições principais.
Porque aí você vai preparando o seu corpo e a sua mente para o jejum que você vai fazer na sexta-feira.
Ficamos então com as refeições principais: café da manhã, almoço e jantar. E durante o dia você
vai no cházinho de menta morninho, numa água aromatizada com pepino, casca de abacaxi, rodelas de limão,
por exemplo. Hm… Que vai dando aquele conforto durante o dia, hm, já vai preparando
o seu corpitcho para o jejum de sexta-feira. Lembrando que isso é durante a semana, aí na
sexta-feira chegou o tão esperado dia! É o dia do jejum! YEEY! Então durante esse dia, sexta-feira que precede a hora do
jejum, você vai fazer o seu esquema normal de comida, o café da manhã, almoço e jantar sem se
despedir da comida, sem essa ideia de comer mais porque você vai ficar muito tempo sem comer. Então a janta
nesse dia tem que ser mais cedo, tipo acabar de comer 7:30h. Porque aí você vai voltar a comer só as 11:30 da manhã do dia
seguinte mas você vai passar a maior parte do tempo dormindo. E esse jantar tem que ser pobre em carboidratos. Para que o pâncreas não seja estimulado e a insulina
não seja produzida e você não tenha fome. E isso vai te proteger de sentir muita fome ou de sentir alguma fome
logo depois das duas ou três horas em que a digestão já aconteceu, sabe? Enquanto você ainda não foi dormir. Aqui é focar na proteína. Por exemplo, um peitinho de frango com uns espinafres refogados ou então imagina, uma omelete com uma saladinha de alface ou rúcula, eu prefiro rúcula é
mais saborosa mas alface rola. Esses exemplos são refeições com baixo índice glicêmico. O índice
glicêmico é a velocidade com que o carboidrato da sua refeição que você acabou de fazer, vai para o seu
sangue. Ou seja, ele vai devagar para o seu sangue e todo o conteúdo de carboidrato que estava contendo essa
refeição vai sair lentamente do seu sangue, o que não vai deixar você morrendo de fome de repente.
Então se você fizer uma refeição com índice glicêmico mais baixo possível, você vai ter
muito menos fome depois da refeição. Nesse dia, na sexta-feira que você vai fazer o jejum e que você
jantou mais cedo, você vai fazer atividades até dormir, atividades leves, nada de atividades muito intensas, as suas
atividades cotidianas não precisa mudar sua rotina. Mas você não vai marcar aula de ginástica na hora às
8:30 da noite, se você faz isso nas outras sextas ok, mas na sexta do jejum não, entendeu? Então você vai… Sei lá,
você vai ver um filme, você vai ler um livro, sei lá o que é que você vai fazer… Ocupe o seu tempo assim com coisas que
você gosta de fazer. Se organiza para que isso seja possível. Então depois do jantar já consideramos
a primeira fase do jejum. Aqui você vai consumir a energia e os nutrientes da última refeição para o
metabolismo basal poder acontecer. Tudo normal até aqui. E depois você vai dormir e o seu metabolismo
já começa a melhorar enquanto você dorme. E a maior parte do processo químico, né? Metabólico, bom do jejum
acontece enquanto você dorme. O que muda durante o período de jejum é a fonte de energia que
o corpo usa para se manter funcionando. O jejum vai levar o seu corpo a queimar as calorias
que estão armazenados em forma de gordurinha localizada. Primeiro você consome a energia da comida que você comeu, depois
você vai começar a reciclar as suas células e a seguir você entra na fase de queima de gordura. E é
aí que você começa mesmo a queimar muita gordura. A hora certa que cada fase começa e termina é bem
difícil de afirmar mas funciona assim como num treino mais ou menos né. Quanto mais condicionado
você está, mais fácil é de você seguir uma corrida e é assim com o jejum. Quanto mais vezes
você faz o jejum, mais eficiente o seu corpo fica, hm… E mais rápido você passa de uma fase para outra.
É na fase final do jejum, entre as 14 e as 16 horas que você começa a queimar gordura e é nessa fase, é
aí que você consegue fazer atividade física muito melhor. E eu aconselho você a se programar para fazer
alguma atividade física, caminhada, bicicleta o que for… Nessa hora porque aí você vai requisitar ainda mais energia, hm,
em forma de gordura porque essa é a energia que você está usando para queimar mais e acelerar o seu emagrecimento ainda mais. Atividades cardiovasculares como bicicleta
e caminhada requisitam energia para ela acontecer, né? E na última fase do jejum a sua energia é
gordura porque você já não está comendo, então onde é que está a sua fonte de energia? Dentro de
você, é basicamente inesgotável, você não precisa parar para começar, você está o tempo inteiro entregando
para os seus músculos, para o seu corpo tudo o que precisa para continuar fazendo aquela atividade
física, entende? A maravilha da última fase do jejum. Então você queima gordura, melhora o seu
desempenho e condicionamento físico, emagrece! A intensidade mais legal para você fazer esse
cardio, para potenciar a queima de gordura e tal é aquela aquela caminhada rapidinha mas que você
consegue manter uma conversa ou estar no telefone ou com uma amiga, sabe? Ou você consegue cantarolar
uma música sem estar… *uffff* com a língua no chão, entendeu? Essa é intensidade legal para você fazer a atividade
enquanto você faz jejum. E claro que hidratar é importante, então durante o jejum bebe muita água meu amigo,
águinha para dentro entendeu? Porque hidratar é importante. Durante o período de jejum os chás
estão liberados, né? Chá de ervas e eu sugiro o chá verde que é um chá que tem antioxidantes
e catequinas que dá aquele confortinho e tal, né? Às vezes você está… O morninho do chá dá um
conforto e também ajuda você a diminuir a sensação de fome, né? E ajuda, o chá verde tem propriedades
que ajudam você a desapegar da gordura, entendeu? Estou cá para mandar liberar geral. E é claro que
não pode pôr açúcar no chá, pegou? Mas pode pôr stevia, café também pode sem açúcar ou com stevia
e água com gás também está liberado. Mas atenção que não é para você ficar bebendo água ou líquidos
em geral, até muito tarde da noite porque pode atrapalhar o seu sono e dormir bem é uma das chaves
para você se sentir revigorado, descansado e capaz de emagrecer. E você não quer acordar para fazer xixi
ou pior, acordar depois de fazer xixi… E também hormonalmente o seu corpo se recompõe
enquanto você dorme, metabolicamente a coisa se organiza e, por exemplo, os hormônios relacionados
com o estresse, o cortisol, diminuem e isso facilita o emagrecimento. Tem de dormir, é mesmo importante. Agora os sintomas de que podem ser
horas demais para você, de jejum, podem ser: Tontura, incapacidade de se manter em pé ou
incapacidade de manter as suas atividades do dia-a-dia ou frio, se você estiver sentindo muito frio também pode ser um sinal de que o jejum
está fazendo… Está fazendo jejum horas demais e aí você tem que repensar. O jejum intermitente não é aconselhado para crianças
em fase de desenvolvimento, mulheres grávidas ou amamentando e se você estiver muito magro ou magra
também pode não ser uma boa ideia fazer jejum intermitente. O índice de massa corporal abaixo
dos 18 não é legal. Mas se você não sabe se tem ou não o peso certo para fazer jejum intermitente, eu
vou deixar um link da calculadora na descrição desse vídeo, para você pôr lá os seus dados e descobrir qual é o seu
IMC e se pode ou não fazer jejum. Mas atenção, que se em algum momento da sua vida você
já teve um relacionamento menos legal com a comida, sabe? Tipo bulimia ou anorexia, tem histórico desse negócio na família,
o jejum intermitente não é uma estratégia para você emagrecer, ok? Nesse caso é mais seguro você diminuir a quantidade de
calorias que você come, aumentar a atividade física e talvez olha aqui a dica, dieta mediterrânica. Lembrando que, se você toma remédios regulares e que
precisam ser ingeridos com comida, fala com o seu médico para ver se dá para ajustar o medicamento, para
você poder conseguir, né, fazer o jejum. Você pode fazer jejum intermitente quantas vezes você se
sentir confortável para fazer, uma vez por ano, uma vez por mês, uma vez por semana, todos os dias…
Fazer esse jejum intermitente vai te transformar numa máquina de queimar gordura. E para ter todos os benefícios do jejum você não
vai quebrar o jejum com o álcool nenhum né, nem vinho nem cerveja. Então você vai se programar para estar em casa quando o jejum acabar,
para você saber, ter lá tudo preparadinho o que você pode comer depois porque aí mora uma das chaves para você conseguir
emagrecer fazendo jejum intermitente. Come devagar, presta bem atenção no que está comendo e se
você está satisfeito, você não precisa comer exatamente a mesmo quantidade de comida que você comeria
naquela refeição. E lembra que você não tem que compensar nada. É que com o jejum intermitente, além de
emagrecer, você tem o quê? Uma mente mais alerta e até ajuda o teu corpo no processo de detox ou de
renovação celular para uma pessoa mais jovem, mais rejuvenescida. Então quer dizer…
Jejum intermitente, adoro a ideia! Vamos? E se prepara para conhecer o seu novo eu
mais magro ou magra e muito mais saudável. Lembrando que jejum intermitente é um método que não te ajuda só a emagrecer mas que tem um monte de outros benefícios para a saúde e que se nesse vídeo não ficou muito claro quais são esses
benefícios de como é que se alcança eles, dá uma olhadinha neste vídeo onde eu explico tim-tim
por tim-tim porque você deveria fazer jejum intermitente.