Edital para seleção de psicólogos, assistentes sociais e pedagogos do TJ será retificado

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) vai retificar o edital do processo seletivo para contratação de psicólogos, assistentes sociais e pedagogos. Além da análise curricular e da entrevista, a seleção contará com prova objetiva.

A medida leva em conta o grande número de inscritos, 1.060 no total, a necessidade de se manter equidade em relação a outros processos seletivos do TJAL, como os de juiz leigo e mediador, e a necessidade de objetivar ao máximo a escolha dos aprovados.

A prova será composta por 50 questões, sendo dez de português e 40 de conhecimentos específicos. O edital contendo a retificação deve ser publicado no Diário da Justiça Eletrônico já na próxima semana. A data da prova ainda será definida pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), encarregado da seleção.

Processo seletivo

O TJAL abriu, em junho deste ano, seleção simplificada para contratar 18 psicólogos, 18 assistentes sociais e nove pedagogos. Os profissionais formarão equipes multidisciplinares e darão apoio a unidades judiciárias da capital e do interior.

A contratação será pelo período de dois anos. Os aprovados terão jornada de trabalho de 30 horas semanais (6 horas diárias) e receberão R$ 2.000,00 por mês.

Ascom – 15/08/2019

(Visited 1 times, 1 visits today)